Criando um protótipo da demanda

Criando um protótipo da demanda

Como é possível se estimar a demanda de algo que nunca existiu? Com um pouco de criatividade é possível medir a força de um conceito inovador, sem mesmo que ele exista. Seguem algumas maneiras de se utilizar da rede para influenciar e quantificar o impacto social de uma novidade:

1. Rumores

Nada como um bom rumor para fomentar um buzz sobre um produto. Em alguns mercados, existem sites de rumores, e o de fotografia digital é um desses. Com sites sobre os principais fabricantes (canonrumors.com, nikonrumors.com, leicarumors.com), os rumores sobre novos produtos são comentados e postos a prova por quem mais interessa – usuários e possíveis compradores. Os fóruns criados pelos usuários ainda podem ser uma valiosa fonte de conhecimento das suas necessidades.

2. Atingindo os Influenciadores

Nada disso tem valor se o produto não cai no gosto dos influenciadores: pessoas consideradas autoridades no assunto (como Júlia Petit), dentro de um mercado específico ou não. Influenciadores não só ditam as tendências, mas também são capazes de identificar as falsas tendências.

Algumas marcas ainda fazem testes “beta” do produto com profissionais de renome (como o fotógrafo Vincent Laforet), para obter sua opinião. Essa prática alimenta ainda mais os rumores sobre possíveis lançamentos e instiga o consumo antes mesmo da existência do produto.

3. O pré-lançamento

A comunicação do lançamento com antecedência também pode causar um grande impacto nas redes sociais. Algumas maneiras de medir esse impacto são através dos comentários em blogs, re-postagem de vídeos e quantidades de visitas nesses links. Com um pouco de monitoramento dá pra saber se eles são positivos ou negativos.

4. Transformando a nuvem em algo concreto

A pré-venda é onde a suposição se torna real, com um número sólido da demanda. Aí que se vê o impacto social em números concretos, avaliando a aceitação real do produto. Essa fase fornece dados valiosos para a programação da produção, estoque e dimensionamento de canais.

Vendo desta maneira, a solução parece simples. O problema é que promessas precisam ser cumpridas. Se o pré-lançamento prevê uma data distinta, ela precisa ser cumprida. E o produto anunciado precisa ser o mesmo, com tudo o que foi prometido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s